Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

BRINCADEIRAS PARA TRABALHAR COM ALUNOS...

 O ESPELHO

Faixa etária: ensino fundamental e secundário

Forma-se um círculo.
Um aluno deverá se mover livremente, movimentando os braços, as pernas, fazendo caretas,etc., adotando posturas e atitudes que os demais possam imitar.
Os outros alunos tem que seguir-lhe ao som de uma música.
Quando este parar, os demais também devem parar.
Se ele correr os outros também devem correr.
A pessoa que devemos imitar também pode ficar girando.
O jogo para  quando se perceber que o interesse da turma diminuiu.

Fonte: ABEC
O AR, a  ÁGUA e a TERRA

Faixa etária: ensino fundamental
Como estão os reflexos de seus alunos?
Os alunos tem que caminhar livremente pela sala ao som de uma música.
Quando o professor disser: "ar ", todos deverão simular que estão voando, para isso imitarão o vôo dos pássaros ou dos aviões. Quando o professor disser: "água", deverão simular que estão nadando. E quando disser: "terra", simularão o som de animais que se arrastam.
Dividem-se a classe em  três grupos. Um grupo será de "animais que vivem
na água", outro "animais que vivem na terra" e um terceiro grupo " os animais que voam e vivem no ar".
Quando o professor disser qualquer das três palavras, cada grupo deverá imitar os animais corresponentes à ordem dada.

Fonte ABEC


ISSO É UM ABRAÇO


Faixa etária: de Ensino Infantil, fundamental e secundário

Formamos um círculo fechado, bem sentados ou de pé.
Se trata de repetir um movimento e uma frase, que propiciem a afetividade e o contato físico.
O jogo inicia quando um dos participantes se acerca ao que está à  sua esquerda e o
abraça dizendo: _"Isto é um abraço".
O que o houver recebido o devolve, dizendo:_"Um abraço".
De novo inicia o jogo e o primeiro participante, repetindo o abraço diz:_"Isto é um
abraço. E o segundo passa o o abraço ao que está à sua esquerda e repete:_ "Isto é um
abraço". O terceiro, que o recebe pela primeira vez, deve devolve-lo dizendo: _"Um abraço".
E o segundo se o devolve ao primeiro, repetindo:_"Um abraço".
Assim, se repete em cada vez: o abraço vai passando desde o primeiro dos participantes com a frase _"Isto é um abraço", e como uma onda. E volta para trás, até que alguém o receba pela primeira vez,
e o devolve com a frase_ "Um abraço", até alcançar de novo o primeiro participante.
Essa ação se repete cada vez até chegar ao último participante e voltar até o primeiro participante.


FONTE: ABEC

O GUIA  e o CEGO

 Faixa etária: para Ensino fundamental e secundário

Para melhorar a confiança entre os integrantes do grupo e sensibilizar aos alunos acerca de uma percepção distinta da realidade.
Em um espaço aberto se agrupam os alunos por pares.
Um deles fecha os olhos completamente e atua como cego.
O outro será o guia.
Deve conduzí-lo durante cinco ou dez minutos e ensinar-lhe objetos que o outro deve tocar para saber o que são e percebê-los de uma nova maneira.
Depois trocam-se os papéis.

 Fonte: ABEC

OS ANIMAIS NA CLASSE

Faixa etária: de Ensino Infantil, fundamental
As crianças sentam-se em círculo na sala.
Cada uma tem que escolher um nome de um animal.
O professor narra uma história, que com frequência apareça o nome desses animais.
Cada vez que se pronuncie um deles, o aluno que o haja escolhido tem que levantar-se e emitir o som  que faz o seu animal. Por ex._ se o professor disser:"galo", o aluno que o tenha escolhido deverá imitá-lo: "Kikirikiki!" e assim por diante.

Fonte: ABEC


OS ANIMAIZINHOS

 Faixa etária: de Ensino fundamental

O professor escolhe um nome que lembra algum animal (gata, perua, égua, galinha, etc.) e
passeia pela classe.
Todos os alunos lhe seguirão imitando o som onomatopéico dos filhotes desses animais. (gatinhos, peruzinhos, potrinhos, pintinhos,etc)

Fonte: ABEC


A GALINHA CEGA

Faixa etária: para Ensino Infantil e Fundamental

Deve-se vendar um dos jogadores, que será a galinha cega.
Os demais participantes  perguntam a ele:"_ Galinha cega. Quem te perdeu?"
A galinha responde:" Uma águia e um dedal", e lhe respondem: "Dê três voltas e os encontrarás."
A galinha então, dá três voltas sobre si mesma e tenta tocar  algum de seus companheiros.
A pessoa que ela tocar será a próxima galinha cega.

Fonte: ABEC

A CAIXA MÁGICA
A CAIXA DE MÚSICA
Indicações :
Prepara-se com antecipação uma caixa com 4 lados iguais; pode servir
um dado grande.
Quem for dirigir o jogo, desenha os números de 1 ao 4, um para um
lado, dois para outro, três para outro lado e por fim 4 para o 4° lado.
Logo diz o que equivale cada número: 1 para "rir", 2 para "chorar", 3
para "assobiar", 4 para "cantar" (ou,ficar sério);
Pega-se a caixinha, atirando-a para rolar no chão quando parar, todos os
que estão no círculo do jogo devem, segundo o número.fazer o que indique.
Quem errar, sai do jogo, no final se reúnem os eliminados para um jogo
para “pagar prendas”.

Fonte: ABEC


BARRA MANTEIGA

Para brincar, é preciso de um espaço grande (de 8 metros a 15 metros de
comprimento), dividido ao meio por uma linha riscada no chão.
A bandeira pode ser uma vara com um lenço amarrado na ponta ou
qualquer outro marco. Separe a turma em dois times, cada um numa
metade do espaço. Cada time põe sua bandeira ao fundo do campo.
Alguém tem de ser o juiz e gritar "larga!" para começar a brincadeira.
Quando ouvir o grito, o jogador das pontas de cada uma das equipes sai
correndo e tenta pegar a bandeira e levá-la de volta para o seu time.
O difícil é chegar até a bandeira sem ser agarrado por alguém do outro
time. Para isso, o jogador não pode ir direto ao alvo, tem de fazer
manobras, correr para o lado, confundir os adversários.
Leva o ponto quem conseguir pegar a bandeira ou agarrar o adversário.
A cada rodada, os corredores da ponta vão para o fim da fila. Ganha quem
fizer mais pontos.

 Fonte: ABEC
BOCA DE FORNO
Escolha antes quem vai ser o mestre. Ele é quem começa a brincadeira,
dizendo frases que todo mundo tem de responder, assim:
Boca de forno ?
Forno.
Tirando bolo ?
Bolo !
Maracujá ?
Já !
Seu rei mandou perguntar !
O quê ?
Se fazem tudo o que ele mandar ?
Tudo !
E quem não fizer ?
Ganha bolo !
Seu rei mandou dizer para ...
E aí, vem a ordem, que todo mundo tem de cumprir. Normalmente, o
mestre pede para buscar alguma coisa, como uma flor ou uma pedra. O
primeiro que trouxer fica livre, o resto toma bolo, que são tapas na mão
de vários tipos.
Tem bolo frio (leve), morno (médio), quente (forte), de passarinho
(beliscão de leve), de pai (bem forte) e de mãe (bem livre). Quem escolhe que bolo cada um vai tomar é o ganhador, que vira mestre na próxima
jogada.
Fonte: ABEC
 Eu, o Senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para ser a aliança com os povos, a luz das nações.(Isaías 42,6).

Um comentário: